Blog

Vamos falar sobre zumbido

October 25, 2018

               

 

                Muitos pacientes têm a queixa da percepção de um barulho ou incomodo, nos ouvidos, que mais ninguém percebe. Zumbido, apito, chiado, tambor, cachoeira, cigarra... Não importa qual seja o tipo, a percepção desse som sem que haja fonte sonora externa é um dos grandes motivos de consulta médica.

 

               O zumbido é um sintoma, não uma doença, e está relacionada a centenas de causas. A perda de audição é uma das principais causas, mas ele também pode estar relacionado ao uso de certos medicamentos, doenças do ouvido e do órgão do equilíbrio, alterações do metabolismo (diabetes, alterações de tireóide, alterações do colesterol), distúrbios de ATM, problemas neurológicos, doenças musculoesqueléticas, deficiências de vitaminas, tumores, entre outros.

 

              A avaliação dos pacientes com zumbido engloba uma análise clínica detalhada e a realização de exames auditivos e laboratoriais. Exames de imagem como: tomografia, ressonância magnética ou outros exames específicos podem ser solicitados conforme o caso para elucidação diagnóstica e até exclusão de causas mais sérias.

 

               O tratamento dependerá da causa. Uma vez identificada e tratada a causa do zumbido podemos obter a melhora completa dos sintomas. Porém muitas vezes não se identifica a causa ou não se consegue a cura. Para estes casos existem tratamentos medicamentosos  ou clínicos que podem ser utilizados.

 

                Algumas modalidades terapêuticas  que podem auxiliar no alívio dos sintomas além do uso de medicação são o mascaramento sonoro que consiste em deixar uma fonte sonora com som ambiente como: músicas, TV, fonte de água, som de ventilador ou ar condicionado evitando assim o silêncio absoluto; o TRT (Tinnitus Retraining Therapy) que busca o alívio do zumbido através da neuroplasticidade e da habituação através de geradores de som específicos e o uso de aparelhos auditivos.

 

               Se você sofre com esse problema procure um otorrinolaringologista e tente seguir essas dicas: 

 

       

 

          - Não se exponha a ambientes ruidosos;

 

      - Não use fones de ouvidos com volume elevado;

 

       - Evite alimentos com cafeína como: café, chimarrão e refrigerante;

 

        - Faça lanches, evite ficar muito tempo em jejum ou ingerir grande quantidade de alimentos em uma única refeição;

 

        - Reduza açúcares e carboidratos da dieta;

 

         - Não fume e reduza o consumo de bebida alcoólica;

 

         - Procure ter de 6 a 8 horas de sono diariamente;

 

        - Realize atividades físicas habitualmente;

 

         - Pratique meditação ou atividades relaxantes, tente controlar o estresse e a ansiedade, eles são grandes fatores de piora do zumbido;

 

         - Existem diversos aplicativos disponíveis para celulares que auxiliam no mascaramento sonoro e no alívio do zumbido;

 

         - Insista no tratamento, tenha paciência, pois os tratamentos para zumbido são a longo prazo.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Arquivos
Please reload

Blog

LUCIELE STOCHERO

OTORRINOLARINGOLOGISTA

CRM -RS 36868

RQE 30338

Rua Quinze de Novembro, 1068, sala 203

Centro

Santo Ângelo-RS

  Fone:                             ou                              - Agende sua consulta através do telefone ou via Whatsapp